Artigos

MÉTODOS DE ESTUDO BÍBLICO


TEMA MÉTODOS DE ESTUDO BÍBLICO

TEXTO: (2 Timóteo.2.15)

PRELETOR: Ananias Rocha – ananiasrocha@hotmail.com

 

1º. MODOS PELOS QUAIS A BÍBLIA PODE SER MAL EMPREGADA

 

 

1.1-        As Escrituras podem ser mal empregadas quando você ignora o que a Bíblia diz sobre dado assunto.

 

·         A ordenação de homossexuais praticantes e confessos para o ministério do Evangelho. Querem alguns que a igreja creia que o espírito acolhedor e amoroso do Senhor Jesus impede que lhes seja barrado a ordenação. E alegam também que em parte alguma da Bíblia Jesus diz que os homossexuais não devem ser ordenados, e assim a igreja deve ordená-los dando-lhes boa e normal posição como eclesiásticos. A ignorância sobre o que a Bíblia ensina é uma porta aberta para a investida do inimigo.

 

1.2-        As escrituras podem ser mal empregadas quando você toma um versículo fora do contexto.

 

·         “Até agora nada tendes pedido em meu nome; pedi, e recebereis, para que a vossa alegria seja completa” (João. 16.24)

Alguns têm tomado isto como sendo uma carta branca dada por Deus. Ele lhe dará tudo o que você pedir. As promessas da Bíblia devem ser combinadas como o contexto total do ensino bíblico sobre a oração.

 

1.3-        As Escrituras podem ser mal empregadas quando você lê uma passagem e a faz dizer o que ela não diz.

 

·         “Estes sinais hão de acompanhar aqueles que crêem, em meu nome expulsarão demônios, falarão novas línguas, pegarão em serpentes, e, se alguma coisa mortífera beberem, não lhes fará mal, se impuserem as mãos sobre os enfermos, e eles serão curados”(Mc.16.17,18) Alguns entendem esta passagem descritiva como uma ordem para fazer todas as coisas mencionadas, lendo-a como um mandado para fazê-los, quando tudo que Jesus está fazendo é descrever o que vai acontecer em certas situações na igreja.

1.4-        As escrituras podem ser mal empregadas quando você dá indevida ênfase a coisas menos importantes.

 

·         O fato de Judas participar juntamente com os discípulos da última ceia a prova é inclusiva. Mas alguns chegam a ponto de colaborar para a desunião da igreja.

 

1.5-        As escrituras podem ser mal empregadas sempre que você usa a Bíblia para tentar levar Deus a fazer o que você quer, em vez daquilo que Deus quer que seja feito.

 

2º. PRINCÍPIOS DE ESTUDO DA BÍBLIA

 

 

2.1- Você deve fazer investigação original.

2.2- Você deve fazer sempre uma reprodução escrita.

2.3- O seu estudo deve ser constante e sistemático.

2.4- O seu estudo deve ser passável.

2.5- Você deve aplicar o que estuda à sua vida.

 

3º. PASSOS BÁSICOS DO ESTUDO DA BÍBLIA

 

·         OBSERVAÇÃO

·         INTERPRETAÇÃO

·         CORRELAÇÃO

·         APLICAÇÃO

4º. MÉTODO ANALITICO DE ESTUDO DA BÍBLIA

 

4.1- Estudo Analítico Básico.

4.2- Estudo analítico Avançado.

 

5º. MÉTODO SINTÉTICO DE ESTUDO DA BÍBLIA

 

5.1- Estudo Sintético Básico.

5.2- Estudo Sintético Avançado.

 

6º. MÉTODO TÓPICO DE ESTUDO DA BÍBLIA

 

6.1- Estudo Tópico Básico.

6.2- Estudo Tópico Avançado.

7º. MÉTODO BIOGRÁFICO DE ESTUDO DA BÍBLIA

 

7.1- Estudo Biográfico Básico.

7.2- Estudo Biográfico Avançado.

 

8º. OBSERVAÇÃO.

 

a)    Adote a atitude mental certa.

b)    Use as seis questões Básicas. Quem? O quê? Onde? Quando? Por quê? Como?

c)    Descubra a forma ou estrutura da passagem em estudo.

d)    Descubra as palavras chaves.

e)     Considere comparações e contrastes.

f)     Investigue o uso de referências do Velho Testamento.

g)    Observe a progressão de uma cadeia de idéias ou de pensamento.

h)    Esteja alerta para as proporções.

i)     Registre as repetições.

j)     Visualize os verbos.

k)    Retrate as ilustrações.

l)     Examine as explicações.

m)  Seja sensível ás palavras e conjunções copulativas.

n)    Disponha-se a mudar o seu ponto de vista.

o)    Marque a sua Bíblia enquanto a lê.

 

9º. INTERPRETAÇÃO

 

a)    Propósito.

b)    Pensamento chave

c)    Fluxo.

 

10º. CORRELAÇÃO

 

a)    Referências. De palavras, paralelas, correspondentes, de idéias, de contraste.

b)    Paráfrase Pessoal.

c)    Versões da Escritura.

d)    Esboço Minucioso.

e)    Gráficos. Horizontais, verticais, piramidais, ilustrativos e combinados.

 

11º. APLICAÇÃO

 

a)    Processo de fazer aplicação.

b)    Use o princípio da observação.

c)    Siga as regras de Interpretação.

d)    Seja seletivo.

e)    Seja específico.

f)     Seja pessoal.

g)    Escreva por extenso a sua aplicação.

h)    Formule um processo de verificação.

 

 

CONCLUSÃO

 

 

 

 

 

Fonte: MÉTODOS DE ESTUDO BÍBLICOS

 

Autor: Walter A. Henrichesen

Editora: Mundo Cristão.

 

 

 

 

Ananias Rocha

 

 

http://rocha-discipulandovidas.blogspot.com

ananiasrocha@hotmail.com

ananiasrocha.rocha@bol.com.br

 

Contatos

 

(91) 99022979

(91) 88960568

 (91) 3264 2387


Confira mais artigos


Copyright © 2012 - Programa de Educação Cristã Continuada. Todos os direitos reservados